Blog

Representa uma malformação rara relacionada ao desenvolvimento da calota craniana e do sistema venoso encefálico. A drenagem venosa do crânio é feita através de algumas estruturas chamadas seios venosos. Facilitando as coisas nada mais são do que grandes veias com algumas peculiaridades.

Os seios venosos têm sua embriogênese (formação) junto com as membranas de proteção do encéfalo e desta forma representam dilatações situadas entre as camadas externas e internas da dura máter (membrana mais externa de proteção do crânio). Estes seios apresentam um aspecto bastante semelhante aos rios naturais que, durante o seu trajeto até o seu delta, recebem afluentes tornando-se cada vez mais imponentes e com maior volume d’água.

Neste contexto então o Sinus Pericranii representa uma malformação de drenagem de um destes afluentes para o seio venoso formando uma estrutura venosa pulsátil geralmente associada a malformação da calota craniana e geralmente próximo à linha média do crânio pela maior incidência da formação junto ao seio venoso chamado de seio sagital superior. Por se tratar de malformação congênita muitas vezes é identificado logo ao nascimento sendo, entretanto, comumente feito seu diagnóstico alguns meses após o nascimento.

Desta forma há o crescimento da malformação causada pelo aumento da drenagem venosa encefálica precedido pelo crescimento craniano. Externamente têm-se um abaulamento craniano geralmente próximo a linha mediana na alta convexidade craniana com aspecto de pulsar seguindo os batimentos cardíacos. Em geral faz-se necessário a procedimento operatório de exérese da lesão e reconstituição da falha óssea craniana associada.

Marque uma consulta que podemos ajudá-los!

Hospitais cadastrados